POLIPROPILENO (PP)

POLIPROPILENO (PP)

DESCRIÇÃO

É um termoplástico com forte resistência química e baixo peso específico. Uma das vantagens é que pode ser soldado, permitindo a fabricação de tanques e conexões. Possui excepcional resistência a rupturas por flexão e fadiga, boa estabilidade térmica e custo reduzido. Impermeável a líquidos e gases, não reage com a grande maioria de agentes químicos industriais e farmacêuticos, apresenta mínima absorção de água ( menor que 0,03% ), o que lhe concede boa estabilidade dimensional. Comprovadamente atóxico, é um bom isolante térmico, de fácil usinabilidade, possui boa resistência ao impacto e substitui muito bem o PVC.

APLICAÇÕES

Tanques para óleo diesel, engrenagens para galvanoplastia, aparelhos ortopédicos, cepo de corte para indústria de calçados, revestimento de mesas de corte, montagem de laboratórios, cobertura para cabos de alta tensão em mineração e montagens, placas de esterilização de conservas, separador de garrafas (pallets), tanques para galvanoplastia, dutos para líquidos e gases, tanques em geral, revestimentos, tubos, conexões e válvulas para água quente e produtos químicos, batente para caçamba de caminhão entre outros.

PROPRIEDADES MECÂNICAS

Propriedades

ASTM

Unidade

Polipropileno

Tensão ruptura à tração

D638

P.S.I

4300-5500

Elongação %

D638

%

200-700

Tensão ruptura à compressão

D695

P.S.I

8500-10000

Tensão ruptura à flexão

D790

P.S.I

6000-8000

Dureza Rockwell

D785

-

R80-110

Módulo de flexão

D790

PSI x 105

1.7-2.5

Módulo de tração

D638

PSI x 108

1.60-2.25

Módulo de compressão

D695

PSI x 105

1.5-3.0

Densidade

D792

g/cm3

0.902-0.910

Condutividade térmica

C177

nota (1)

2.8

Calor específico

-

nota (2)

0.46

Resistência ao calor contínuo

-

0C

107-127

Temperatura de distorção 264 P.S.I / 66 P.S.I

D648

-

52-60 / 93-121

Resistividade volumétrica

D257

OHM/cm

>1016

Tensão dialética de ruptura

D149

nota (3)

500-600

Tensão dialética – 60 ciclos

D150

-

2.2-2.6

Resistência arco voltaico

D495

seg.

136-185

Absorção de água (24hs. 1/8” esp.)

D570

%

<0.01-0.03

Efeitos dos raios solares

-

-

(k)

Resistência a ácidos fracos

D543

-

Excelente

Resistência a ácidos fortes

D543

-

(a)

Resistência a bases fracas

D543

-

Excelente

Resistência a bases fortes

D543

-

Muito boa

Resistência a solventes orgânicos

D543

-

(d)

Notas:

(1) 104 cal/seg/m2 (ºC/cm)
(2) cal/ºC/gm
(3)1/18″ espessura, volta/milésimo de polegada
x = material seco, máx. 0,2% água
y = 50% umidade relativa

-

 

OBSERVAÇÕES GERAIS

  1. Atacado somente por alta concentração de ácidos oxidantes.
  2. Atacado por Nh3.
  3. Solúvel em acetona, ésteres, aromatizantes e hidrocarbonetos.
  4. Resiste a vários solventes à temperatura <80 ºC.
  5. Os polipropilenos tornam-se quebradiços depois de prolongada exposição à luz do sol. Consulte o polipropileno preto para maior resistência.
  6. Resistente a solventes comuns, mas dissolvido por fenóis e ácido fórmico.
  7. Sofre pequena mudança de cor, torna-se levemente quebradiço.
  8. Resiste às parafinas, solúvel em aromáticos e hidrocarbonetos clorados.
  9. Pequena perda de resistência. Levemente amarelado.
  10. Solúvel em aromáticos e hidrocarbonetos clorados a 60-93 ºC.
  11. Torna-se fissurado. Recomenda-se o uso de material preto.
  12. Resiste a álcoois, hidrocarbonetos alifáticos, óleos, é solúvel ou altera seu volume com cetonas, ésteres e hidrocarbonetos aromáticos.